Dentro do Mês Vocacional, a Arquidiocese de Porto Alegre promove neste sábado (8), às 20h, a Live "Vida matrimonial: partilha sobre a vida em família na Igreja". Participam da transmissão ao vivo, que será realizada pelo Facebook Kairós, o casal Rodrigo e Eliz, da Paróquia Nossa Senhora de Fátima (IAPI), Porto Alegre, casal membro da coordenação da Pastoral Familiar desta Arquidiocese.


Semana Nacional da Família


É na segunda semana de agosto que a Igreja no Brasil celebra a Semana Nacional da Família, uma mobilização de grupos e comunidades que ocorre, desde 1992, com momentos de oração, formação e reflexão. Neste ano, a Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e a Família da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) propôs como tema “Eu e minha casa serviremos ao Senhor” (Josué 24, 15).


Para animar a Semana Nacional da Família – do Dia dos Pais até o dia 15 de agosto – a Comissão Nacional da Pastoral Familiar (CNPF), organismo vinculado à Comissão Vida e Família da CNBB, elabora o subsídio “Hora da Família”, que começou a ser editado desde a vinda de São João Paulo II ao Brasil, em 1994. Neste ano de 2020, o material ganhou duas versões, uma com encontros mensais e outra especialmente preparada para a Semana Nacional da Família, agora chamada “Hora da Família Especial”.


O subsídio possui roteiro para os sete dias da semana com atividades que envolvem toda a família, sugestões de oração e de cantos. O material está disponível na versão impressa e também no aplicativo Estante Pastoral Familiar, numa versão digital.

“O Hora da Família se coloca a serviço da Igreja e da construção do Reino de Deus começando em nossas casas. Aproveitem cada encontro e animem sua comunidade a vivenciarem os temas propostos como um itinerário de aprofundamento da fé em família a serviço da comunidade”, motiva o bispo de Rio Grande (RS) e presidente da Comissão para a Vida e a Família da CNBB, dom Ricardo Hoepers.



Muitas famílias já estão colocando em prática o roteiro proposto pela Coordenação Geral da Iniciação à Vida Cristã (IVC) da Arquidiocese de Porto Alegre, recordando a importância da Igreja doméstica como o lugar por excelência dos primeiros passos da transmissão da fé, como uma nova modalidade de catequese para aqueles que desejarem percorrer um itinerário neste segundo semestre. Veja alguns exemplos reais da Catequese em Casa e as famílias:


Da Paróquia Cristo Redentor - Porto Alegre


Da Paróquia Nossa Senhora da Conceição - Canoas


Da Paróquia Nossa Senhora de Fátima - Sapucaia do Sul



Da Paróquia Nossa Senhora do Caravaggio


Sob a orientação de Dom Leomar Brustolin, bispo auxiliar e referencial da IVC, e assessoria da Irmã Maria Aparecida, uma equipe adaptou e organizou a coleção "Casa da Iniciação Cristã" em roteiros dos encontros das etapas "Eucaristia 1" e "Crisma 1 e 2" da Catequese em Casa. O novo processo será acompanhada pelo(a) catequista, que está orientado (a) pela Coordenação Paroquial e Geral da IVC, e/ou tutelada pela família.

Veja, abaixo, os links para acessar cada um dos roteiro e as atividades da Catequese em Casa:


Eucaristia 2: bit.ly/3hWz40C

Crisma 1: bit.ly/33jlUGL

Crisma 2: bit.ly/3gmes1s

Os links também estão disponíveis no banner "Catequese em Casa" no site da Arquidiocese de Porto Alegre e no site da Iniciação à Vida Cristã (IVC).

O Mensageiro da Caridade - Cáritas Arquidiocesana segue auxiliando inúmeras famílias e comunidades que tiveram agravada a sua situação social durante esta pandemia do COVID-19. No dia 5 de agosto, o Mensageiro atendeu a população indígena, que está entre as mais fragilizadas pela pandemia, na tribo Kaingang Fag Ninhn, localizada no bairro Lomba do Pinheiro. Chefiada pelo Cacique Samuel da Silva, a comunidade foi beneficiada com roupas e cestas básicas auxiliando 63 famílias.

“Estamos dando prioridade às comunidades em maior situação de vulnerabilidade neste período. Sabemos que os indígenas são negligenciados pelas políticas públicas, por isso essa iniciativa tem um grande significado para os beneficiados”. Ele ressalta que muitas pessoas da tribo foram afetadas pelo Coronavírus e estão agora em fase de recuperação", explica o Diretor Executivo do Mensageiro da Caridade, Luís Carlos Campos. A líder da comunidade, Teresinha Ribeiro, reforça que as famílias estavam sem alimentos disponíveis porque não puderam produzir e vender o artesanato, que é a principal fonte de renda. “Estamos muito felizes porque o Mensageiro da Caridade tem ajudado muito nossa comunidade. Agradeço emocionada especialmente a roupa para nossas crianças e o alimento para quem está com fome”.


Zona Norte


A população em situação de vulnerabilidade social da Zona Norte da Capital também foi auxiliada pelo Mensageiro da Caridade. No dia 31 de julho, foram repassadas 40 cestas básicas e roupas para as famílias assistidas pela Paróquia Santa Rosa de Lima. A atividade foi realizada no pátio da igreja, com a presença da equipe do Mensageiro da Caridade, do grupo da pastoral social paroquial, do pároco e das pessoas beneficiadas.

Segundo o Pároco, Pe. Carlos Sebastiany, a situação socioeconômica das famílias foi agravada com a pandemia e está exigindo muita atenção da Igreja, tanto que no trabalho da caridade da paróquia não houve interrupção do serviço de atendimento mesmo neste período de isolamento social. A equipe da pastoral social é integrada por dez casais voluntários, que neste período não interromperam a mobilização para garantir a assistência às famílias.

No ato de entrega, a equipe da pastoral social e as famílias beneficiadas deram forte aplauso de agradecimento ao Mensageiro da Caridade e aos doadores que contribuíram para que o alimento chegasse à mesa das pessoas mais necessitadas. As cestas básicas entregues foram doadas pela empresa Diamanju Agrícola LTDA, do município de Anta Gorda, que repassou grande quantidade de alimento para o Mensageiro da Caridade. Antes da entrega, o pároco abençoou o alimento para que ele seja restaurador da vida e da esperança do povo que sofre.

“Esta parceria com a equipe da pastoral social paroquial é importante, porque o grupo acompanha a situação das famílias, fator que garante o auxílio a quem realmente necessita do alimento, nesse período de grande dificuldade”, disse o diretor do Mensageiro, Luís Carlos, que afirmou também que essas ações somente são possíveis graças a colaboração da comunidade e dos doadores, que viabilizam o socorro para essas populações.

Para contribuir com o atendimento do Mensageiro da Caridade à população em situação de vulnerabilidade social, qualquer pessoa pode doar cestas básicas. Veja a forma de contribuição no link: bit.ly/cestadomensageiro




Cúria Metropolitana

Rua Espírito Santo, 95

Bairro Centro Histórico 

CEP 90010-370 | Porto Alegre | RS

       51 3228.6199

Residência Episcopal

Vigário geral

Chancelaria

Arcebispado

Arquivo histórico

Batistério

Tutela de menores

Ascom

Tribunal Eclesiástico

ACESSE TAMBÉM

Centro Administrativo

Av. Sertório, 305

Bairro Navegantes
CEP 91.020-001 | Porto Alegre | RS

51 3083.7800

Administrativo

Departamento Pessoal

Jurídico

Financeiro

Contabilidade

Fraterno Auxílio

Patrimônio

T.I.

Obras

Servus

O Dia do Senhor

Loja Centro de Pastoral

© 2020 por ASCOM para Arquidiocese de Porto Alegre