Professores católicos da Arquidiocese refletem sobre a educação integral


Cerca de 100 educadores de escolas públicas e particulares dos municípios que integram a Arquidiocese de Porto Alegre se reuniram na manhã deste sábado, dia 24, para refletir sobre a educação integral da pessoa e a formação continuada. O encontro, realizado na faculdade Dom Bosco, na Capital, foi motivado pelo Fórum Estadual da Educação que ocorreu em julho deste ano e que propôs a articulação de núcleos ativos da Pastoral da Educação em cada uma das 18 (arqui)dioceses gaúchas para pensar o que tem sido feito e projetar o futuro. A manhã deste sábado teve como objetivo, portanto, iniciar a organização de grupos de professores que reflitam e demandem temas relevantes para a educação no Rio Grande do Sul e nos municípios da Arquidiocese.

Educadores da Arquidiocese de Porto Alegre marcaram presença no encontro. Foto: Amanda Fetzner Efrom

Após o momento inicial de oração, o diretor da casa, padre Marcos Sandrini, deu as boas-vindas e destacou a presença do arcebispo metropolitano, Dom Jaime Spengler. “Que este seja um momento para nos encontrarmos, nos articularmos e criarmos condições para que o nosso olhar seja autenticamente católico”, enfatizou Dom Jaime, observando ainda que formar cidadãos, que é a missão dos professores e uma urgência hoje no país, é muito diferente de informar pessoas.

Dom Leomar Brustolin, bispo auxiliar de Porto Alegre e referencial para a Educação e Cultura do Regional Sul 3 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), ressaltou o esforço do Rio Grande do Sul em fazer algo pelo humanização da educação. Para isso, foi organizada uma equipe para pensar o tema, com representantes de diferentes segmentos da área.

As reflexões que se estenderam ao longo da manhã partiram dos integrantes da Comissão de Pastoral da Educação do Regional Sul 3. Em um primeiro momento foi trabalhado o conceito de educação integral da pessoa, depois contextualizado dentro da Pastoral da Educação. As ações e os projetos dessa pastoral nos âmbitos estadual e arquidiocesano nortearam os últimos debates. Os participantes ainda tiveram espaço para perguntas e explanações.

Em comum, os palestrantes enfatizaram o protagonismo dos leigos e a necessidade de os professores católicos serem presença de cristã e humanizadora nas instituições por meio do trabalho cotidiano e do testemunho. “A sociedade como um todo não precisa ser católica, mas precisa ser humanizada”, afirmou Dom Leomar.

Conheça a Comissão de Pastoral da Educação do Regional Sul 3

Comissão Regional: Patrícia, José Adilson, Vitor, Dom Leomar, Leonardo, Sonia e padre Marcos. Foto: Amanda Fetzner Efrom

- Dom Leomar Brustolin, bispo referencial

- Dom Ricardo Hoepers, bispo de Rio Grande

- Padre Marcos Sandrini, coordenador da Pastoral da Educação

- Leonardo Agostini, secretário-executivo

- José Adilson Antunes, representante do Ensino Religioso e a Secretaria Estadual de Educação

- Vitor Hinrichsen, representante da Associação Nacional de Educação Católica (ANEC-RS) e das escolas particulares

- Patrícia Teixeira, representante dos professores das escolas municipais

- Sonia Maria Bonelli, representante do setor Universidades

#educação #PastoraldaEducação #ArquidiocesedePortoAlegre #DomBosco #CNBBSul3

Cúria Metropolitana

Rua Espírito Santo, 95

Bairro Centro Histórico 

CEP 90010-370 | Porto Alegre | RS

       51 3228.6199

Residência Episcopal

Vigário geral

Chancelaria

Arcebispado

Arquivo histórico

Batistério

Tutela de menores

Ascom

Tribunal Eclesiástico

ACESSE TAMBÉM

Administrativo

Departamento Pessoal

Jurídico

Financeiro

Contabilidade

Fraterno Auxílio

Patrimônio

T.I.

Obras

Servus

O Dia do Senhor

Loja Centro de Pastoral

Centro Administrativo

Av. Sertório, 305

Bairro Navegantes
CEP 91.020-001 | Porto Alegre | RS

51 3083.7800

© 2020 por ASCOM para Arquidiocese de Porto Alegre