Veja as imagens das ações do Dia do Pobre na Arquidiocese


A Arquidiocese de Porto Alegre atendeu ao apelo do Papa Francisco e celebrou no dia 18 de novembro o Dia do Pobre. A atividade coordenada pela Dimensão da Justiça, Caridade e Paz envolveu paróquias e entidades que atuam no desenvolvimento de projetos sociais. A Praça da Matriz foi transformada num espaço de exposição e apresentações culturais. A Paróquia Santa Clara da Lomba do Pinheiro mostrou o trabalho das oficinas de qualificação de mão de obra, a Cáritas Arquidiocesana levou uma amostra da diversidade de seus projetos, o PROJARI de Guaíba apresentou a riqueza da expressões culturais e a Paróquia Nossa Senhora das Graças de Esteio trouxe a diversidade da produção artesanal.

Essas foram apenas algumas atividades que se somaram ao banho solidário, corte de cabelo, distribuição de lanches aos moradores de rua e outros serviços. As apresentações artísticas na praça mostraram a dança, a capoeira e a cultura gaúcha como expressões desenvolvidas nos projetos sociais da Igreja Católica. Após a feira de cultura e serviços aconteceu a Missa do Dia do Pobre na Catedral Metropolitana, presidia por Dom Jaime Spengler.

O arcebispo afirmou que celebrar o Dia do Pobre é para que não esqueçamos das pessoas expostas à miséria, à falta de trabalho, à falta de educação de qualidade e de outras expressões da miséria. "A injustiça é a causa diabólica da pobreza. A concentração da riqueza nas mãos de poucas pessoas é a expressão da origem da miséria", disse. Ao final da celebração, Dom Jaime questionou a ausência e a inoperância do poder público nos programas de desenvolvimento social. "O aumento dos presídios e a redução da maioridade penal são assinaturas do decreto de incompetência para enfrentar os problemas sociais", concluiu.

(Fotos: Elton Bozzetto)

Fraternidade O Caminho

As religiosas da Fraternidade O Caminho anualmente realizam diversas ações no Dia do Pobre, este ano pela primeira vez em Porto Alegre. Durante toda a manhã do dia 18 de novembro, cerca de 15 moradores de rua foram recebidos na Casa da Fraternidade (Rua Padre Jorge Sedelmayr, 90 – Vila Ipiranga) para cortes de cabelo, banho e almoço gratuitos. As religiosas contaram com o trabalho voluntário de casais do MCJ da Paróquia Nossa Senhora do Trabalho e cabeleireiros profissionais. Além disso, os voluntários também contribuíram com o deslocamento dos moradores de rua até a Catedral Metropolitana para assistir à Missa do Dia do Pobre.

Veja abaixo as imagens de Mário Furtado Fontanive:

#DiadoPobre #FraternidadeOCaminho #CáritasArquidiocesa

Cúria Metropolitana

Rua Espírito Santo, 95

Bairro Centro Histórico 

CEP 90010-370 | Porto Alegre | RS

       51 3228.6199

Residência Episcopal

Vigário geral

Chancelaria

Arcebispado

Arquivo histórico

Batistério

Tutela de menores

Ascom

Tribunal Eclesiástico

ACESSE TAMBÉM

Administrativo

Departamento Pessoal

Jurídico

Financeiro

Contabilidade

Fraterno Auxílio

Patrimônio

T.I.

Obras

Servus

O Dia do Senhor

Loja Centro de Pastoral

Centro Administrativo

Av. Sertório, 305

Bairro Navegantes
CEP 91.020-001 | Porto Alegre | RS

51 3083.7800

© 2020 por ASCOM para Arquidiocese de Porto Alegre