Mensageiro da Caridade segue recolhendo doações

Os tradicionais caminhões do Mensageiro da Caridade, que há décadas coleta doações dos porto-alegrenses por toda a capital gaúcha, está com a sua demanda bastante reduzida. Isso porque desde o início da pandemia do novo coronavírus, os pedidos diminuíram drasticamente. Dos 11 caminhões que circulavam diariamente pela cidade, agora apenas 5 recolhendo doações.


Para o Diretor Executivo da Cáritas Arquidiocesana, Luís Carlos Campos, isso se deve aos cuidados de proteção ao vírus, por meio do isolamento social, e também porque algumas pessoas acreditam que o serviço social da Igreja não está atendendo nesta pandemia. “A coleta realizada pelos caminhões do mensageiro seguem sendo realizadas normalmente, o único diferencial neste período é que estamos seguindo rigorosas normas de saúde para proteger quem faz a doação e nossos funcionários”, explica Luís.


Os caminhões seguem realizando as coletas mediante agendamento, que pode ser feito pelo telefone: (51) 3223-2555, das 13h às 18h, ou ainda pelo site http://mensageirodacaridade.org/doacoes.asp, durante 24 horas. Normalmente, o contato com o interessado em realizar a doação acontece já no dia seguinte ao agendamento. Outro diferencial da coleta neste período de pandemia é que não está ocorrendo a desmontagem de móveis, eles devem ser deixados fora do imóvel, e já desmontados quando se tratarem de móveis grandes.


Todas as doações feitas ao Mensageiro da Caridade são destinadas ao serviço social da Igreja que doa o que é arrecadado para comunidades carentes e pessoas em vulnerabilidade social ou são comercializadas nas lojas do Mensageiro, e o valor revertido para as obras sociais da Igreja de Porto Alegre. São duas lojas: pela manhã funciona a loja na rua da Zero Hora, e à tarde na Av. Ipiranga.


Tradição em ajudar


O crescimento rápido da cidade de Porto Alegre, na década de 60, aliado à falta de estrutura para absorver uma grande massa populacional, criou em Porto Alegre grandes bolsões de miséria. Neste contexto, foi fundado o Secretariado de Ação Social da Arquidiocese de Porto Alegre. Conduzido pelo padre Paulo de Nadal, protagonizou inúmeras iniciativas e projetos que se tornaram referência, não apenas para a capital gaúcha, mas para outras regiões do país, inclusive, no âmbito governamental.

Para garantir a viabilidade dos diversos projetos, foi criado o Mensageiro da Caridade. O Mensageiro dá sustentação a um grande sistema de atendimento social, de formação dos jovens para o trabalho, atendimento à famílias em situação de vulnerabilidade e risco social, apoio à populações afetadas por emergências naturais, formação de agentes sociais do Terceiro Setor e manutenção de serviço de convivência para crianças e adolescentes. Ao longo de sua história, a instituição foi pioneira no desenvolvimento e na implementação de muitas ações sociais de impacto na comunidade gaúcha como o Programa de Alimentos para a Paz, a implantação de Centros de Promoção do Menor, o programa de política habitacional com a Cidade de Deus e o Programa de Apoio à Criança e Amparo à Família, entre outros.


Cúria Metropolitana

Rua Espírito Santo, 95

Bairro Centro Histórico 

CEP 90010-370 | Porto Alegre | RS

       51 3228.6199

Residência Episcopal

Vigário geral

Chancelaria

Arcebispado

Arquivo histórico

Batistério

Tutela de menores

Ascom

Tribunal Eclesiástico

ACESSE TAMBÉM

Centro Administrativo

Av. Sertório, 305

Bairro Navegantes
CEP 91.020-001 | Porto Alegre | RS

51 3083.7800

Administrativo

Departamento Pessoal

Jurídico

Financeiro

Contabilidade

Fraterno Auxílio

Patrimônio

T.I.

Obras

Servus

O Dia do Senhor

Loja Centro de Pastoral

© 2020 por ASCOM para Arquidiocese de Porto Alegre