Novo Diretório Geral para a Catequese é lançado pela Santa Sé

Aprovado em 23 de março de 2020 pelo Papa Francisco e lançado oficialmente no dia 25 de junho, em Roma, a peculiaridade do novo Diretório Geral para a Catequese é a estreita ligação entre a Evangelização e a Catequese, que destaca a íntima união entre o primeiro anúncio e o amadurecimento da fé, à luz da cultura do encontro. O critério que guiou a redação deste Diretório para a Catequese identifica-se com o desejo de aprofundar o papel da catequese na dinâmica da evangelização. O Documento acentua também, a necessidade de uma catequese que seja capaz de formar discípulos de Jesus Cristo em uma Igreja de saída missionária.

De acordo com o arcebispo, Rino Fisichella, Presidente do Conselho Pontifício para a Promoção da Nova Evangelização, o Novo Diretório para a Catequese posiciona-se numa dinâmica de continuidade com os dois que o precederam ("Diretório Geral para a Catequese", de 1971 e do "Diretório Geral para a Catequese", de 1997). O processo de elaboração contou com a participação de vários peritos, teólogos, pastoralistas e catequetas de diversas partes do mundo, colaborando com a sistematização de uma catequese que seja cada vez mais conforme ao tecido eclesial, cultural e histórico.

Para a Irmã Maria Aparecida Barboza, coordenadora da Iniciação à Vida Cristã (IVC) da Arquidiocese de Porto Alegre, o novo documento vem confirmar o caminho que está sendo solidificado na Igreja local. “O Novo Diretório coloca a catequese dentro da intuições pastorais do pontificado do Papa Francisco, que é uma catequese ‘em saída missionária’, em diálogo com a cultura e de caráter bíblico-vivencial”, explica ela.

O Diretório Geral para a Catequese apresenta os ensinamentos e os critérios normativos para a constante Renovação da catequese que não pode ser uma atividade isolada do contexto histórico e cultural em que se realiza. O critério que motivou a reflexão e a redação deste Diretório encontra o seu ponto fundamental nas palavras do Papa Francisco: “Voltamos a descobrir que também na catequese tem um papel fundamental o primeiro anúncio ou querigma, que deve ocupar o centro da atividade evangelizadora e de toda tentativa de renovação eclesial”.

No Brasil, o documento foi apresentado por meio de uma live nas redes sociais da CNBB com apresentação de padre Jânison de Sá e de Ir. Izabel Patuzzo, além das participações de Dom Walmor Oliveira de Azevedo, presidente da CNBB; Dom José Antônio Peruzzo, presidente da Comissão para a Animação Bíblico-Catequética e Dom Joel Portella Amado, Secretário-Geral da CNBB (fonte, site da CNBB).

“É gratificante a forma como o Diretório resgata o valor histórico da caminhada da catequese numa dinâmica de continuidade com os dois que o precederam. E traz uma grande novidade e avanço para a catequese que é o resgate do querigma, da mistagogia e da missão. Outro elemento bonito é a retomada da importância da formação dos catequistas na metodologia de inspiração catecumenal, que é a catequese para formar discípulos missionários de Jesus Cristo”, afirma a Irmã Maria Aparecida Barboza. “Estamos ansiosos em ter o documento em mãos e poder impulsionar uma formação na linha do que ele nos exorta, nos anima e nos encanta”, conclui.

O Novo Diretório para a Catequese está disponível nas Edições CNBB na versão digital por meio deste link.


Cúria Metropolitana

Rua Espírito Santo, 95

Bairro Centro Histórico 

CEP 90010-370 | Porto Alegre | RS

       51 3228.6199

Residência Episcopal

Vigário geral

Chancelaria

Arcebispado

Arquivo histórico

Batistério

Tutela de menores

Ascom

Tribunal Eclesiástico

ACESSE TAMBÉM

Centro Administrativo

Av. Sertório, 305

Bairro Navegantes
CEP 91.020-001 | Porto Alegre | RS

51 3083.7800

Administrativo

Departamento Pessoal

Jurídico

Financeiro

Contabilidade

Fraterno Auxílio

Patrimônio

T.I.

Obras

Servus

O Dia do Senhor

Loja Centro de Pastoral

© 2020 por ASCOM para Arquidiocese de Porto Alegre