Rede de Escolas São Francisco realizou o Retiro de Formação dos Professores e Funcionários

17.07.2018

No dia 13 de julho, a Rede de Escolas São Francisco realizou o Retiro de Formação dos Professores e Funcionários, com a participação da Diretoria Executiva e dos Serviços Terceirizados. As atividades começaram com uma acolhida na parte térrea do Santuário de Fátima, durante o café. Após, o grupo seguiu para o Salão de Eventos São Francisco, onde o professor Luciano Pereira da Silva fez a oração. Em seguida, o padre José Luiz Schaedler, Diretor Geral da Rede, fez a acolhida a todos, com uma saudação especial aos mais novos funcionários da Rede, que somam mais de 50 pessoas, dentre eles os Jovens Aprendizes, alunos contratados recentemente para integrar a equipe. Todos foram chamados à frente para que fossem conhecidos; também foram apresentados a Diretoria Executiva, os Diretores Pedagógicos e os Administrativos da Rede, principalmente para aqueles que ainda são novos nas escolas.

Padre José Luiz partilhou algumas mudanças na parte diretiva, em função da nova Escola São Francisco assumida pela Rede, na cidade de Esteio. Por fim, apresentou Dom Leomar Brustolin, Bispo Auxiliar de Porto Alegre, e lhe passou a palavra. Dom Leomar foi o escolhido para fazer a reflexão junto aos Educadores da Rede de Escolas São Francisco. Hoje, a Rede tem em torno de 400 funcionários, a maioria presente, juntamente com os estagiários, terceirizados e diretoria executiva, somando um público de aproximadamente 500 pessoas.


Dom Leomar trouxe um tema muito importante e significativo para todos os educadores e educadoras: “Formar para a Humanização”. Apresentou algumas pesquisas sobre a educação do nosso país, dentre elas a questão dos alunos que não concluem o Ensino Médio e que abandonam a escola ainda no Ensino Fundamental. Fez diversas reflexões sobre o cuidado que precisamos ter com o outro. “Quem cuida dos Educadores?” Um questionamento de Dom Leomar referindo-se às inúmeras dificuldades encontradas no mundo da educação. Os desafios que são constantes e que nos obrigam a ter resiliência, capacidade de lidar com problemas, adaptar-se a mudanças, superar obstáculos ou resistir à pressão de situações adversas.


Também destacou a importância da transcendência. A importância de cuidar do corpo, da saúde física, mas também da mente e do espírito. “A espiritualidade humaniza. É preciso cultivar relações saudáveis. Temos que nos tornar tesouros enquanto estivermos vivos. Educar não é fácil, mas é possível. O Educador Cristão precisa dar sentido a sua vida, pois sem sentido perde-se a essência do ser humano. Hoje, a Escola Católica é uma grande comunidade de fé. Ocorre muito mais evangelização nas Escolas do que nas comunidades paroquiais, o que é muito bom”, disse.


Destacou o maior de todos os mestres, Jesus Cristo, que soube ser educador através de palavras, exemplos e, acima de tudo, pela capacidade de perguntar. Dom Leomar diz que o melhor aluno é aquele que pergunta, pois é mais difícil fazer perguntas do que dar as respostas. Jesus Cristo era esse educador que partia da realidade, tinha o dom da escuta e da decisão, deixava seus discípulos livres, libertava-os dos medos, indicava o caminho, remetia-os ao cotidiano para viver o que tinham aprendido. Dava as respostas através de perguntas, havia reflexão, possibilidade de escolha e decisão. Para encerrar, Dom Leomar fez um pedido aos educadores: “Educadores, não compliquem a vida, não tenham medo de corrigir, sejam alegres, tenham fé, sejam educadores humanos e tenham em Jesus Cristo um exemplo a ser seguido”.


Após a palestra, foi celebrada a missa no Santuário de Fátima, que foi presidida por Dom Leomar e concelebrada pelos padres que trabalham na Rede São Francisco: Pe. José Luiz Schaedler, Pe. Inácio Selbach, Pe. Alexandre Griebler, Pe. Lucas Mendes, Pe. Fabiano dos Santos e o convidado Pe. José Atônio Heinzmann. Um momento especial para rezar e agradecer a Deus pela Rede de Escolas São Francisco, pelos mais de 4.000 alunos, pelos Educadores e pelas famílias dessa comunidade escolar. Dom Leomar iniciou a celebração fazendo memória a algumas pessoas queridas e importantes para as Escolas da Rede, que partiram para a casa do Pai: os funcionários Artidor, Gilberto, Samuel e Ninon; os alunos Camila e Vitor; o Miguel, filho da professora Cristiane; e, o fundador, Monsenhor Roncato. Destacou que na mesa da Eucaristia cabe tudo: alegrias, esperanças, tristezas, a vida.


Na Homilia, o Bispo reforçou a questão da humanização, destacando que precisamos abraçar a educação como Jesus abraçou os seres humanos: deu-nos a vida e a capacidade de humanizar a si mesmo e cuidar dos outros. Na Ação de Graças, Pe. Alexandre fez uma homenagem à Nossa Senhora, cantando uma música que emocionou a todos pela linda mensagem que fez refletir. Um momento de espiritualidade que fortalece a fé. O Professor Vitor fez o agradecimento a Dom Leomar pela sua presença e apoio à educação na Arquidiocese, em especial, nas Escolas Católicas. Como forma de agradecimento, Bernard, aluno da Rede São Francisco e Menor Aprendiz, entregou uma singela lembrança ao Bispo.


Depois da missa, no Salão de Eventos, foi servido o almoço, que foi preparado com muito carinho por um grupo de voluntários, pais de alunos e membros da comunidade, contando, também, com a participação de alguns funcionários que prepararam o galeto.

À tarde, foram realizadas apresentações organizadas por cada uma das escolas da Rede, que animaram e divertiram a todos. Parabéns às equipes pela criatividade e alegria nas apresentações.

 

 

Please reload

Cúria Metropolitana

(51) 3228.6199

Rua Espírito Santo, 95

Bairro Centro Histórico 

CEP 90010-370 | Porto Alegre | RS

Residência Episcopal

Vigário geral

Chancelaria

Arcebispado

Arquivo histórico

Batistério

Ascom

Tribunal Eclesiático

ACESSE TAMBÉM

Administrativo

Departamento Pessoal

Jurídico

Financeiro

Contabilidade

Fraterno Auxílio

Patrimônio

T.I.

Obras

Servus

O Dia do Senhor

Loja Centro de Pastoral

Centro Administrativo

(51) 3083-7800

Av. Sertório, 305

Bairro Navegantes
CEP 91.020-001 | Porto Alegre | RS

© 2019 por ASCOM para Arquidiocese de Porto Alegre