Visitas Guiadas na Catedral e igreja das Dores foram atração no último sábado (17) na Capital

21.08.2019

Durante a tarde do sábado (17), dezenas de pessoas puderam conhecer a Catedral Metropolitana de Porto Alegre e a Igreja Nossa Senhora das Dores, ambas localizadas no Centro Histórico da capital. O projeto Visitas Guiadas "Torres da Península - Uma Caminhada no Tempo" é uma realização da Comissão Arquidiocesana de Arte Sacra e Arquivo Histórico da Cúria Metropolitana e tem como responsáveis e guias: Caroline Zuchetti (Historiadora e Museóloga), Lucas Volpato (Arquiteto) e Vanessa Gomes de Campos (Historiógrafa e Arquivista do Arcebispado).

 

A visitação, com entrada gratuita, iniciou pela Catedral Metropolitana de Porto Alegre com a presença de 40 pessoas, entre estudiosos, professores, arquitetos e pesquisadores de história da arte. "É sempre muito bom visitar, pesquiso João Couto Silva e vim conferir a visita. O que chamou a atenção é o aspecto arquitetônico da Catedral, é feita a partir de fotos e depoimentos e, enviados, a partir de cartas e fotos da Itália. É incrível”, compartilhou Sofia, historiadora de arte.

 

Na igreja das Dores, construída em 1807 com estilo neoclássico, os visitantes também puderam conhecer mais sobre a sua arquitetura e história.

 

Projeto Visitas Guiadas

 

O projeto "Visitas Culturais: trajeto histórico-cultural nas Igrejas de Porto Alegre", idealizado pela Comissão Arquidiocesana de Arte Sacra e Arquivo Histórico da Cúria Metropolitana, busca abrir o potencial cultural das igrejas históricas e artísticas de Porto Alegre, inicialmente neste primeiro núcleo urbano da cidade, para depois dirigir-se às outras regiões. “As Torres da Península” é um percurso pensado em comemoração ao Dia Estadual do Patrimônio Cultural, e tem como roteiro uma visitação à Catedral Metropolitana Madre de Deus e Igreja Nossa Senhora das Dores. Durante a visitação são abordados temas relacionados à história, arquitetura, simbologia cristã e teológica, arte sacra e bens culturais da Igreja.

 

Para mais informações sobre as visitas guiadas o e-mail de contato é: arquivo@arquipoa.com. Até o final deste ano devem ocorrer novos roteiros.

 

Um pouco da história

 

A ocupação efetiva de Porto Alegre no século 18 deu-se no entorno do “alto da praia” (praça da matriz) localizada na península do Guaíba, e onde se instalou a primeira freguesia de São Francisco do Porto dos Casais em 1772, que teve o nome alterado para Nossa Senhora Madre de Deus de Porto Alegre no ano seguinte. Ao longo dos anos, em função do desenvolvimento deste primeiro núcleo central, foram instaladas as freguesias de Nossa Senhora do Rosário em 1844, Nossa Senhora das Dores em 1857 e Nossa Senhora da Conceição em 1889.
 

Em todas as cidades, as torres das igrejas sempre marcaram a paisagem urbana. Em Porto Alegre, as torres que mais marcaram os inícios da povoação foram as da Igreja Nossa Senhora das Dores e as da Catedral Madre de Deus, e que hoje, no entanto, ficam escondidas entre edifícios da atual conformação urbana.

 

(Fonte e fotos: Pascom/Jociane Marchesan Oling - Edição: Ascom / Patricia Damaceno)

 

 

 

Please reload

Cúria Metropolitana

(51) 3228.6199

Rua Espírito Santo, 95

Bairro Centro Histórico 

CEP 90010-370 | Porto Alegre | RS

Residência Episcopal

Vigário geral

Chancelaria

Arcebispado

Arquivo histórico

Batistério

Ascom

Tribunal Eclesiático

ACESSE TAMBÉM

Administrativo

Departamento Pessoal

Jurídico

Financeiro

Contabilidade

Fraterno Auxílio

Patrimônio

T.I.

Obras

Servus

O Dia do Senhor

Loja Centro de Pastoral

Centro Administrativo

(51) 3083-7800

Av. Sertório, 305

Bairro Navegantes
CEP 91.020-001 | Porto Alegre | RS

© 2019 por ASCOM para Arquidiocese de Porto Alegre