Pastoral da Criança: em 5 perguntas, conheça as principais ações e os desafios para 2020

14.01.2020

Nesta segunda publicação da série de entrevistas que a Ascom (Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Porto Alegre) está produzindo com líderes da Arquidiocese (leia aqui a primeira, sobre Formação Discipular), a ex-coordenadora da Pastoral da Criança, Patrícia Gautério Dias (sua gestão encerrou em janeiro deste ano) fala das atividades realizadas ao longo do ano que passou e das expectativas para 2020. A nova coordenadora é Mara Rubia Sardi.

 


Ascom - Quando e como foi a chegada e a implantação da Pastoral da Criança na Arquidiocese de Porto Alegre?
Patricia Gautério - No ano de 1992 iniciou uma conversa entre os bispos e religiosas da congregação, os quais demonstraram interesse em implantar um serviço voltado para as crianças. Foi assim que em 1994/1996 as Irmãs Dolores e Anita começaram a trabalhar a missão pastoral, e começou por Canoas, que era dividida por áreas, somente em 2002 tornou-se Arquidiocese e Vicariatos.


Ascom - Qual a presença da Pastoral da Criança, atualmente, na Arquidiocese de Porto Alegre e como está estruturada? Dê exemplos de projetos bem sucedidos.
Patricia Gautério - Atualmente a Pastoral da Criança está presente nos quatro Vicariatos (Porto Alegre, Canoas, Guaíba e Gravataí). Um projeto bem sucedido é a Ação dos Mil Dias, que promove cuidados desde a gestação até os 6 anos de vida da criança.

Ascom - É possível fazer um balanço das ações da Pastoral na Arquidiocese em 2019 (incluindo o recente aplicativo criado), avaliando o trabalho e trazendo números de crianças atendidas?
Patricia
Gautério - Em 2019, foram atendidas cerca de 3.550 famílias, 4.800 crianças, de 0 a 6 anos, e 600 líderes voluntários. O aplicativo (pode ser baixado aqui) tem como objetivo auxiliar as mães e pais no cuidado com seus filhos e o líder em sua principal atividade: a visita domiciliar, tornando esse momento especial para os líderes e as famílias, ao trazer vídeos, orientações, sinais de alertas e indicar informações do Guia do Líder específicas para cada faixa etária ou semanas de gestação. O trabalho com ele está maravilhoso, estamos avançando devagar, pois temos muitas lideranças de idade mais avançada. Mas está sendo bem aproveitado e estimulado, até mesmo para as novas lideranças.

 
Ascom - Quais os maiores desafios para a Pastoral da Criança no âmbito da Arquidiocese para 2020?
Patricia Gau
tério - Um espaço adequado para o trabalho Pastoral e mais apoio dos párocos para implantação e ampliação deste trabalho. Tudo isso é bem importante para o seu fortalecimento, principalmente na região de Porto Alegre.

Ascom - Como a paróquia interessada em implantar a Pastoral da Criança deve proceder?
Patricia Gautério - O contato deve ser feito pelo e-mail: s298@pastoraldacrianca.org.br, com a nova coordenadora Mara Rubia Sardi.

 

(Fotos: Arquivo Pessoal Patricia Gautério)

 

Please reload

Cúria Metropolitana

(51) 3228.6199

Rua Espírito Santo, 95

Bairro Centro Histórico 

CEP 90010-370 | Porto Alegre | RS

Residência Episcopal

Vigário geral

Chancelaria

Arcebispado

Arquivo histórico

Batistério

Ascom

Tribunal Eclesiático

ACESSE TAMBÉM

Administrativo

Departamento Pessoal

Jurídico

Financeiro

Contabilidade

Fraterno Auxílio

Patrimônio

T.I.

Obras

Servus

O Dia do Senhor

Loja Centro de Pastoral

Centro Administrativo

(51) 3083-7800

Av. Sertório, 305

Bairro Navegantes
CEP 91.020-001 | Porto Alegre | RS

© 2020 por ASCOM para Arquidiocese de Porto Alegre